7 de fevereiro de 2015 – 7:31 | Sem comentários

Olá Crianças,
Para mim o ano começou ontem. Após um longo período de uma tortura mental, psicológica e financeira, meu ano começou…
Desde a copa de 2014 que as coisas começaram a definhar para mim e, talvez …

Continue lendo »
Crônicas

Humor

Pessoal

Poemas

Software Livre

Home » Crônicas

A degradação da sociedade – Cada um por si e dane-se o resto.

Escrito por em 4 de março de 2011 – 9:57

Hoje vindo para o trabalho e enfrentei um congestionamento monstro por conta de uma carreta de combustível que tombou na rodovia. Durante as duas horas que fiquei “preso” no trânsito vi tantos absurdos que me fez refletir sobre o ser humano.
Acho que precisamos mesmo de um 2012 catastrófico para dar uma sacudida em nosso mundo. Não bastasse as guerras lá fora por coisas tão banais e todas as tragédias por conta do “bicho” dentro de certas pessoas, agora ainda vemos o individualismo e a falta de respeito com os semelhantes em nosso próprio país.
Que o mundo todo, incluso nosso país, está um caos e com pessoas que não poderiam dividir o mesmo mundo civilizado isso é fato, mas quando se vê uma grande parcela de pessoas que acham normal bancarem espertos e tirarem vantagem de tudo, isso me assusta.
Enquanto o trânsito estava completamente parado, o que mais vi foram pessoas usando o acostamento para avançarem rumo ao seu destino e algumas pessoas até cruzaram o canteiro central da rodovia para retornar. Um ato de enorme imprudência e falta de civilidade, pois além de por em risco sua própria vida, punham em riscos as vidas de quem os acompanhavam e dos outros que vinham em sentido contrário.
Fora todas essas atitudes altamente imprudentes, ainda não podia deixar de lado os motoqueiros que passavam pelos corredores em velocidades altas aumentando ainda mais os riscos de acidentes.
À minha frente ia uma jovem em um Fiat Uno e então ela deu seta e entrou para a esquerda, um desses motoqueiros que vinham a toda velocidade, freou bruscamente chegando a tocar na traseira do carro dela e ainda esbravejou se sentindo no direito de ter a preferência naquela situação. Simplesmente um absurdo.
Por todo o trajeto eu não sabia o que havia à frente, sendo assim a grande maioria também desconheciam o motivo do trânsito parado, então por que utilizaram do acostamento?
Será que não pensam que essa atitude pode custar vidas, uma vez que se há vítimas em um acidente é pelo acostamento que as ambulâncias, viaturas policiais e viaturas da rodovia passam?
Sinceramente acho que deviam ser processadas por tentativa de homicídio.
Não, não é um exagero esse processo, uma vez que, por conta dessa atitude, poem em risco as vidas de outros. Quem sabe assim aprendem a respeitar, nem que seja no uso da força.
Sempre tenho comigo que educação vem do berço e cada vez mais vejo que o berço de muitos tendem a piorar suas educações, já que se os pais não tem o que oferecer de educação e acham que a vantagem é a única coisa que vale na vida, com certeza seus filhos terão os mesmos princípios. Raríssimas exceções irão se aplicar a esse fato.
Ainda nessa viagem, ouvia uma música do Michael Jackson chamada “Man in the mirror” e que eu amo muto por conta da mensagem maravilhosa que traz às pessoas. Mas infelizmente nem todos podem ter essa percepção e vontade de mudar o “homem do espelho” conforme diz a canção. Tento por em prática todos os dias a paciência para com as pessoas que não respeitam os outros, mas é muito difícil ficar apático a todas essas situações e apenas “orar para que eles vejam que estão errados”. As vezes temos que dar bordoadas nessas pessoas, fazerem sentir o que famílias sentem por conta de atitudes imbecis e impensadas.
Se você que está lendo essa mensagem se enquadra nessa situação, saiba o que penso de você.
Acho você um grande imbecil e que merece que a vida lhe dê uma surra muito grande para, quem sabe, olhar com mais respeito os outros.
Não creio que seja tão difícil mudar o homem do espelho, basta olhar fixamente para os olhos dele e dizer que ele não é um imbecil como você. Que ele pode ser uma pessoa melhor que você e que poderá fazer a diferença no mundo.
Se você acha que os poucos minutos que pensa ganhar, ao passar alguém para trás, lhe fará diferença para chegar mais cedo ao seu compromisso, saiba que poderá ser a diferença entre viver ou morrer de outra pessoa. Quem sabe um dia a sua própria vida necessite desses minutos preciosos.

Aquilo que temos o poder de fazer, também temos o poder de não fazer – Aristótele

Comments are closed.